Exportações nordestinas de mel alcançam 5,3 mil toneladas

A maior parte da produção de mel do Nordeste (78,4%) é exportada para os EUA. A região deteve 21,9% do volume total exportado pelo País no ano passado.

Leia mais

Nova legislação regulamenta inspeção e fiscalização de produtos de origem animal

Dependências e equipamentos de produtores apícolas de pequeno porte devem ser adaptados às exigências da Instrução Normativa no 5/2017.

Leia mais

Guardiões da Chapada tem programação em agosto

As atividades incluem oficina de fotografia e visita a campo para os registros de polinizadores pelos cidadãos cientistas.

Leia mais
Veja mais

TV A.B.E.L.H.A.

Videocast #2 – Abelhas são macho ou fêmea?

Dizem por aí que o mundo das abelhas é dominado pelas fêmeas. Mas, afinal, elas são macho ou fêmea? O novo videocast da A.B.E.L.H.A. vai explicar a “guerra dos sexos” nas colmeias e esclarecer a função dos machos das abelhas sociais.

Leia mais

Ciência Cidadã – ZomBee Watch

Erica Prange, da iniciativa Scistarter, conta à A.B.E.L.H.A. sobre o ZomBee, projeto da Universidade de San Francisco e do Museu de História Natural de Los Angeles em que cidadãos cientistas contribuem para identificar abelhas melíferas infectadas pelo ácaro Apocephalus borealis, que transforma os insetos em zumbis. Entrevista em inglês.
 
O SciStarter apresenta esse e outros projetos em Ciência Cidadã no Citizen Science 2017, congresso realizado em Minnesota (EUA) de 17 a 20 de maio de 2017.

Leia mais

Ciência Cidadã – Guardiões da Chapada

A pesquisadora Blandina Viana, da Universidade Federal da Bahia, fala do Guardiões da Chapada, projeto de ciência cidadã que visa monitorar os visitantes florais e flora associada na Chapada Diamantina, sensibilizar o público acerca da importância do serviço de polinização e comunicar temas relacionados à biodiversidade e conservação.

Leia mais

Conheça os Guardiões da Chapada

O projeto Guardiões da Chapada é uma iniciativa de ciência cidadã que visa monitorar os visitantes florais e flora associada na Chapada Diamantina, sensibilizar o público acerca da importância do serviço de polinização e comunicar temas relacionados à biodiversidade e conservação.

O projeto convida voluntários para coletar dados sobre a interação planta-visitante floral, desenvolve ações de extensão universitária na Chapada Diamantina para promover o engajamento de atores sociais em questões socioambientais e compartilha notícias nas redes sociais.

Leia mais