Embrapa leva ciência e diversão à colônia de férias em Belém

Embrapa leva ciência e diversão à colônia de férias em Belém

15 de julho de 2016

Crianças da colônia de férias do Parque Zoobotânico Mangal das Garças, em Belém, receberam uma visita mais que especial nesta semana. Em três caixas de observação, os meninos e meninas puderam conhecer de perto parte das abelhas nativas sem ferrão que integram os projetos Meliponicultura&Educação Ambiental e Embrapa&Escola, da Embrapa Amazônia Oriental.

Embrapa-colônia-de-férias-

Crédito: Ronaldo Rosa

Curiosas e cheias de perguntas, as crianças que tinham entre 6 e 10 anos cercaram as caixas e atentas a todas as explicações, conheceram um pouco sobre a vida das abelhas, sua biologia, organização social e o importante papel desses insetos no serviço ambiental de polinização das flores e grande parte dos alimentos consumidos no dia a dia.

O convite para ajudar a incitar o saber científico dos pequeninos partiu da ONG No Olhar, que há cinco anos organiza a colônia de férias promovida pelo governo do Pará.  Marcos Wilson, coordenador da No Olhar, explicou que a colônia tem como premissa assuntos ligados à sustentabilidade e educação ambiental e que este ano, o tema é exatamente a importância da preservação dos agentes polinizadores.

“A Embrapa é parceira antiga da No Olhar e mostrar a vida das abelhas de pertinho é uma ótima ferramenta lúdica de educação ambiental e tem tudo a ver com o tema da colônia”, disse Marcos. Ele explicou que os preceitos de sustentabilidade estão presentes em todos os elementos da colônia, que vão do espaço físico, todo decorado com materiais recicláveis, às oficinas realizadas diariamente com as crianças.

Por meio do projeto Embrapa&Escola, crianças e adolescentes conhecem a pesquisa e tecnologias desenvolvidas pela Embrapa, de forma lúdica, e aprendem brincado que a ciência está presente no dia a dia. Essa incitação ao despertar do saber científico ocorre dentro e fora da Embrapa, por meio de visitas monitoradas às dependências do centro de pesquisa ou nas ações promovidas diretamente nas escolas, feiras e exposições.

O projeto ganhou reforço este ano com o patrocínio da Caixa Econômica Federal e está reformulando os roteiros de visitação. As inscrições de escolas estão abertas e podem ser feitas pelo e-mail amazonia-oriental.ee@embrapa.br ou pelo telefone (91) 3204-1213.

Fonte: Página Rural

 

 

 

Compartilhe: