Cientistas indicam que abelhas podem enxergar melhor do que se pensava

Cientistas indicam que abelhas podem enxergar melhor do que se pensava
abril 12 22:33 2017 Imprima Este Artigo

Pesquisadores já sabiam que as abelhas podiam ver cores, mas agora descobriram que sua visão é 30 % mais clara do que estudos anteriores mostraram. Steven Wiederman, da Faculdade de Medicina da Universidade de Adelaide, disse que todas as pesquisas anteriores foram feitas em laboratórios com baixa iluminação, por isso sua equipe estudou abelhas ocidentais à luz do dia.

“Luz do dia e laboratório escuro são dois ambientes completamente diferentes, que resultam em alterações anatômicas e fisiológicas na resolução do olho”, disse ele em um estudo publicado no periódico Scientific Reports, da Nature.

Os cientistas fizeram registros eletrofisiológicos das respostas neurais em fotorreceptores nos olhos de uma abelha – detectores de luz na retina. Cada vez que um objeto passa pelo campo de visão, ele registra uma resposta neural.

“Descobrimos que, na parte frontal do olho, onde a resolução é maximizada, abelhas melíferas pode ver claramente objetos que são tão pequenos quanto a largura do seu polegar quando você estica o braço à frente do seu corpo”, disse Elisa Rigosi, da Universidade de Lund, na Suécia, que faz pós-doutorado na Universidade de Adelaide.

“Esses novos resultados sugerem que as abelhas têm a chance de ver um predador em potencial, e assim escapar, muito mais cedo do que pensávamos anteriormente”, disse ela. “Elas podem perceber marcos no ambiente melhor do que esperávamos, o que é útil para a navegação e, portanto, para a sobrevivência”.

A visão das abelhas tem sido estudada desde a pesquisa pioneira de Karl von Frisch, em 1914, que relatou a habilidade das abelhas de ver as cores através de um conjunto inteligente de experiências de treinamento.

“As abelhas são ainda um modelo fascinante entre os cientistas, em particular os neurocientistas”, diz Rigosi.

“Entre outras coisas, as abelhas ajudam a responder a perguntas: como um pequeno cérebro de menos de um milhão de neurônios pode atingir processos complexos e quais são seus limites máximos? Nas últimas décadas, tem sido demonstrado que as abelhas podem ver e categorizar objetos e aprender conceitos através da visão, como o conceito de “simétrico” e “acima e abaixo”.

Fonte: Phys Org e DNA