Centro de estudo de abelhas nativas será criado pelo governo do Acre

Centro de estudo de abelhas nativas será criado pelo governo do Acre

4 de novembro de 2015

O governo do Acre pretende criar, em parceria com a Universidade Federal do Acre (Ufac), um Centro de Estudo de Abelhas Nativas no sítio histórico no Seringal Bom Destino, localizado em Porto Acre (a 60 km de Rio Branco).

O espaço servirá tanto para pesquisas científicas quanto para visitação das pessoas que se interessam pelo trabalho de criação de abelhas. Nas próximas semanas, a equipe que coordena a cadeia produtiva do mel na Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) já deve levar para o local as primeiras caixas com as abelhas sem ferrão.

A intenção é de que, além das abelhas, seja construído um laboratório para pesquisa das diversas espécies desse inseto, um espaço para capacitação dos produtores e também um local de visitação, por meio do turismo ecológico ou científico.

“Capacitamos os produtores e agora partimos para a pesquisa. Vamos selecionar as abelhas mais produtivas para alcançar melhores resultados e aproveitar também para trazer as pessoas que são apaixonadas por criação de abelhas e os estudiosos do assunto”, afirma Edna Costa, coordenadora da Cadeia Produtiva do Mel na Seaprof.

O local escolhido para abrigar o centro de pesquisas, Seringal Bom Destino, faz parte da história do Estado. “Vamos aproveitar esta estrutura maravilhosa que temos aqui e fazer um grande centro de pesquisa que vai ser de extrema importância para o crescimento da produção de mel no Acre”, disse Glenilson Figueiredo, secretário da Seaprof.

Fonte: Agência Acre de Notícias

Compartilhe: