App da Embrapa identifica insetos inimigos de pragas agrícolas

App da Embrapa identifica insetos inimigos de pragas agrícolas

12 de março de 2018

Um dos maiores desafios para o produtor é identificar os inimigos naturais das pragas que atacam sua lavoura. Nesse processo, ele pode confundir um agente natural de controle de pragas com a própria praga. Para evitar essa confusão, especialistas da Embrapa Agrobiologia (RJ) desenvolveram um aplicativo gratuito, chamado Guia InNat, que permite consultar imagens dos agentes naturais de controle mais comuns. O programa está disponível apenas para Android e o download pode ser feito na loja de aplicativos do Google.

app inNat

Tela do Guia InNat (Foto: Divulgação/Embrapa)

Com um smartphone em mãos, o produtor pode comparar um inseto coletado em campo com a galeria de imagens do aplicativo. Ele também pode ir para o campo, fotografar um inseto presente na lavoura e comparar no mesmo momento a foto tirada com as imagens da galeria do Guia InNat. O aplicativo ainda contém informações sobre cada grupo de inimigo natural e sua função na natureza. “De nada adianta a presença de insetos benéficos na lavoura se o agricultor confundi-los com os que podem causar danos à plantação”, alerta, em nota à imprensa, a pesquisadora da Embrapa Alessandra de Carvalho Silva, especialista em controle biológico de pragas e uma das idealizadoras do aplicativo.

A galeria de imagens do Guia InNat contém informações de 13 famílias de insetos predadores, além de parasitoides e aranhas. São inimigos naturais generalistas, ou seja, não são muito específicos e comem uma grande quantidade de insetos-praga. Dessa maneira, a ferramenta possibilita a identificação de um determinado inseto visto com frequência na lavoura. “É também uma forma de o produtor saber se a área dele está bem ecologicamente. Se há mais inimigos naturais é porque o manejo está adequado”, explica Alessandra.

app inNat Embrapa

Tela do Guia InNat (Foto: Divulgação/Embrapa)

O fato de o aplicativo conter informações sobre o papel dos inimigos naturais como agente de controle ajuda o agricultor no momento de tomar decisões. A joaninha, por exemplo, alimenta-se de pulgões, cochonilhas, ácaros, moscas-brancas, larvas e também de ovos de diferentes insetos. Todas essas informações são dadas pelo aplicativo. Portanto, se o produtor encontrar joaninhas em uma lavoura atacada por pulgões, ele saberá que, em breve, a população da praga será reduzida. “O InNat pode facilitar o entendimento sobre quem são os vilões e quais os insetos benéficos para as lavouras”, enfatiza a pesquisadora da Embrapa.

Se há lagartas na lavoura e o agricultor encontra o inseto conhecido por “tesourinha” na plantação, com o InNat em mãos, ele vai constatar que este é um inimigo natural muito útil. “[Tesourinhas] São predadores de ovos, pulgões, moscas-brancas, lagartas pequenas…”, informa o aplicativo, que traz ainda dez fotos desse agente de controle. Na dúvida, basta fotografar o inseto que está presente na lavoura e comparar com as fotos do aplicativo.

A Embrapa lembra que o Guia InNat também é um facilitador para os produtores que fazem uso do manejo integrado de pragas (MIP). Reconhecer os inimigos naturais das pragas é um passo importante para o sucesso do MIP.  “Sem o devido reconhecimento desses organismos benéficos, as etapas seguintes do MIP ficam comprometidas”, explica Alessandra.

 

Fonte: Globo Rural

Compartilhe: