Setor de defensivos atua para aproximar agricultura e apicultura

Setor de defensivos atua para aproximar agricultura e apicultura

10 de agosto de 2015

O Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para a Defesa Vegetal (Sindiveg) anunciou o lançamento do projeto de pesquisa Colmeia Viva – Mapeamento de Colmeia Participativo. Desenvolvido com a participação da Universidade do Estado de São Paulo (UNESP) e da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), a iniciativa conta com um canal exclusivo, no Estado de São Paulo, para agricultores, apicultores (criador de abelhas com ferrão – Apis mellifera) e meliponicultores (criador de abelhas sem ferrão), e suas associações, por meio do 0800 771 8000.

Baseado na relação mais produtiva entre o agricultor e o apicultor, o Colmeia Viva tem por objetivo dar origem a um plano nacional de boas práticas entre Agricultura e Apicultura, por meio do esclarecimento dos fatores que interferem na perda de colmeias no País. O sucesso do Projeto depende da participação ativa dos agricultores, apicultores e suas associações, contatando no número 0800.

Os agricultores participam quando encontrarem colmeias não identificadas em sua propriedade; em caso de dúvida na ocorrência de um incidente por aplicação de defensivo agrícola e se precisarem de orientação sobre boas práticas de convivências entre as atividades agrícola e apícola.

Já os apicultores, quando verificarem perdas de colmeias e abelhas em seus apiários; se necessitarem de suporte no entendimento das causas de perda de colmeias; sobre o que fazer em caso de possível incidente com abelhas e também se necessitarem de orientação sobre boas práticas de convivência entre agricultura e apicultura.

A visita ao campo será realizada por profissionais especializados em abelhas, que dentre outros itens, analisarão o estado das colmeias e abelhas, e tipos de cultivo no local e nas redondezas, com possibilidade de coleta de amostras para análise em laboratório certificado pelo Inmetro.

A vice-presidente executiva do SINDIVEG, Silvia Fagnani, enfatiza que entender os fatores que contribuem para a perda das abelhas é o primeiro passo para uma relação mais produtiva entre agricultura e apicultura. “Quanto mais pessoas no campo tiverem acesso ao número do 0800 e participarem do Projeto, maior será a abrangência do mapeamento almejado por esta iniciativa inédita”, ressalta Silvia.

Lançado oficialmente em junho, o Colmeia Viva conta com uma Cartilha com informações passo a passo do Projeto, disponível na versão impressa e online, com download, através do link de acesso http://sindiveg.org.br/polinizadores.php

O acesso à cartilha no campo ocorrerá com o apoio das equipes de distribuição das empresas associadas ao SINDIVEG nos principais canais de venda de seus produtos.

Fonte: Grupo Cultivar

 

 

Compartilhe: