REBIPP faz balanço da 12ª edição do Curso Internacional de Campo sobre Polinização

REBIPP faz balanço da 12ª edição do Curso Internacional de Campo sobre Polinização

18 de dezembro de 2017

A Rede Brasileira de Interações Planta-Polinizador (REBIPP) divulgou este mês um relatório sobre os resultados alcançados na 12ª edição do Curso Internacional de Campo sobre Polinização (XII International Pollination Course), realizada de 17 a 29 de novembro, no Parque Estadual da Ilha do Cardoso (SP).

O curso recebeu o apoio financeiro da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), da A.B.E.L.H.A., da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e do Programa de Pós-Graduação em Ecologia da Universidade Federal de Uberlândia.

De acordo com o relatório, o número de candidatos superou a expectativa e atendeu a 36 alunos com um corpo docente de 16 professores e quatro monitores. Direcionado a estudantes de Pós-Graduação e profissionais que atuam nas áreas de Biodiversidade, Ciências Ambientais, Ciências Agrárias e áreas afins, a iniciativa é voltada à formação de recursos humanos para o desenvolvimento de pesquisa em Biologia da Polinização e de práticas voltadas à conservação do serviço ecossistêmico de polinização e manejo de polinizadores.

“A formação qualificada de recursos humanos da Pós-Graduação foi beneficiada pelas atividades de ensino e pesquisa que promoveram o desenvolvimento de aptidões nos alunos que combinaram o conhecimento transmitido em aulas teórico-práticas com a habilidade dos alunos em elaborar perguntas e hipóteses em pesquisa e atividades para aplicação no ensino”, ressalta o texto. “Os cursos de campo são excelentes oportunidades para integrar estes domínios teórico-práticos na formação de profissionais na pesquisa, no ensino e na extensão, tanto no País como no exterior”.

Neste curso de campo, voltado à Pós-Graduação, a temática de Biologia da Polinização foi foco de aulas teóricas, práticas metodológicas e desenvolvimento de projetos curtos de pesquisa e palestras.

As aulas teóricas foram ministradas por experientes professores da área e seguidas de discussões contemporâneas em Biologia da Polinização. Já a metodologia para os estudos em Biologia da Polinização foi demonstrada por práticas experimentais desenvolvidas no campo e em laboratório em grupos de professores e alunos. Ao longo dos dias, as atividades de campo foram seguidas de palestras em temas contemporâneos em Biologia da Polinização por professores brasileiros e estrangeiros.

Os projetos curtos de pesquisa foram desenvolvidos em grupos de quatro alunos, sob supervisão dos professores e monitores. Os dados coletados nos projetos de pesquisa foram analisados e apresentados ao final do curso e tem o potencial de gerar publicações científicas após o curso.

“Assim, o objetivo de contribuir para formação de recursos humanos pela capacitação de alunos de Pós-Graduação e aperfeiçoamento das habilidades didáticas de professores foi alcançado com êxito”, enfatiza o relatório.

Como produto bibliográfico desta edição, um livro de anais dos resumos dos trabalhos desenvolvidos durante o curso será organizado até abril de 2018.

Assista ao vídeo que a REBIPP fez sobre o curso:

Saiba mais:

A REBIPP é uma rede de trabalho colaborativo entre especialistas em Biologia da Polinização que estudam as interações planta-polinizador em suas várias dimensões e tem como objetivo incentivar o desenvolvimento de atividades científicas e didáticas na área.

O curso foi organizado por: Universidade Federal de São Carlos, Universidade Federal de Alfenas, Universidade Federal de Uberlândia, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Universidade de São Paulo e Universidade de Brasília.

Compartilhe: