Mel é utilizado na fabricação de cosméticos

Mel é utilizado na fabricação de cosméticos

21 de outubro de 2016

Além de ser um excelente alimento para a saúde, o mel é utilizado também para a fabricação de produtos de beleza. Por ano, a Cooperativa Vacariense de Apicultores (Avapis) fornece 100 quilos de mel para a Realgem’s, empresa paranaense fabricante de cosméticos para a rede hoteleira.

Localizada no município gaúcho de Vacaria, a Avapis conta com 49 agricultores familiares associados. No entanto, de acordo com o presidente da Cooperativa, Alair Maciel de Vargas, o número de famílias envolvidas no fornecimento do mel passa de cem.  Ele explica que o retorno financeiro é muito bom. “Nesse contrato ganhamos ainda 5% do faturamento total da venda dos cosméticos, o que dá em torno de uns R$ 25 mil líquido”, fala.

Segundo Vargas, o dinheiro é utilizado como capital de giro para Avapis, sendo reinvestido na compra de mel dos associados. “Nós precisamos atender o mercado o ano inteiro, assim temos recursos para fazer um estoque de mel”, conta.

O contrato também prevê que a Avapis possa comprar os produtos de beleza a preço de custo para revendê-los em feiras. “Em diversas feiras recebemos pessoas que comentam que encontraram os nossos produtos em hotéis pelo país. Isso é importante para nós”, destaca.

Talentos do Brasil Rural

A parceria entre a Realgem’s e a Avapis começou dentro do Projeto Talentos do Brasil Rural. Criado pelos ministérios do Turismo e do Desenvolvimento Agrário; e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae); o projeto tem como objetivo valorizar produtos da agricultura familiar e inseri-los no mercado turístico por meio da venda em hotéis, bares e restaurantes localizados no entorno das 12 cidades que foram sede da Copa do Mundo.

Sabonetes, cremes, condicionadores e xampus, em tamanho miniatura, com o mel da agricultura familiar, começaram a abastecer os hotéis da rede de resorts Club Med, em junho de 2014. Conforme o diretor comercial da Realgem´s, Mauro Oliveira, atualmente os produtos são vendidos para hotéis menores e para a rede Grand Mercure. Ele conta que a empresa investiu no projeto incentivado pela ideia da sustentabilidade. “Queríamos trabalhar com produtos ecologicamente corretos e que retornasse em benefícios para os envolvidos”, comenta Oliveira.

Por ano, a empresa produz 1,2 milhão de miniaturas com o mel fornecido pelos agricultores familiares.

Fonte: MDA/Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário – Flávia Dias

 

Compartilhe: