Já é outono!

Já é outono!

20 de Março de 2018

Já é outono! Desde às 13h14 de hoje, horário de Brasília, podemos oficialmente começar a nos despedir do calor do verão. Mas o que isso significa para as nossas amigas abelhas? O outono marca a transição entre uma estação quente e úmida, o verão, e outra fria e seca, o inverno.

“Nessa época, a atividade das abelhas em campo começa a diminuir gradativamente, ou seja, elas começam a sair menos para coletar alimento”, explica a bióloga Katia Aleixo, consultora da A.B.E.L.H.A.. Também diminui a enxameação e a fundação de novos ninhos. “Inclusive, já é possível notar que é bem mais difícil capturar enxames por meio de ninhos armadilhas. O auge para essa prática foi até fevereiro.”

Para os apicultores, a estação também traz cuidados especiais. “É no outono (nos meses de maio e junho, principalmente) que se inicia a alimentação suplementar para manutenção das colônias, evitando que a população caia demasiadamente no inverno”, orienta a bióloga.

Crédito: Mauroguanandi

Na foto , flores de quaresmeira (Tibouchina granulosa), árvore nativa da Mata Atlântica, cuja floração dá as caras duas vezes ao ano: no outono e na primavera. Tem esse nome pois a suas flores marcam o período da quaresma. A planta é muito usada para arborização urbana no Brasil em razão da sua beleza e da boa sombra que oferece. Mas seu uso deve ser estimulado também por outro motivo: suas flores atraem muitos polinizadores, como a abelha-africanizada (Apis mellifera), a abelha-mamangava (Bombus morio) e espécies sem ferrão, como a mirim-preguiça (Friesella schrottkyi) e a jataí-da-terra (Paratrigona subnuda).

 

Compartilhe: