Instituto Biológico realiza curso sobre manejo de abelhas nativas sem ferrão

Instituto Biológico realiza curso sobre manejo de abelhas nativas sem ferrão

22 de fevereiro de 2017

Será realizado em São Paulo, nos dias 7 e 8 de março de 2017, o curso Vida e Manejo de Abelhas Nativas Sem Ferrão, promovido pelo Instituto Biológico da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios. O principal objetivo é a divulgação das técnicas de multiplicação dessas abelhas nativas.

Serviço

Curso Vida e Manejo de Abelhas Nativas Sem Ferrão

Data: 7 e 8 de março de 2017

Local: Instituto Biológico

Palestrante: Jerônimo Kahn Villas-Bôas

End.: Avenida Conselheiro Rodrigues Alves, 1252, Auditório, 3º andar, Vila Mariana.

Inscrições: Interessados deverão realizar inscrições pelo e-mail: planetainseto@biologico.sp.gov.br

Mais informações: Instituto Biológico

Fone: (11) 2613-9500 / 9400

 

Programação

Dia 7 de março – Biologia e Ecologia de Abelhas sem Ferrão

Parte Teórica (das 10h ao meio dia)

Introdução à meliponicultura, história e paralelos com a apicultura

Classificação, distribuição e importância ecológica das ASF

Polinização

Tipos de abelhas em uma colônia (castas)

Arquitetura das colônias (materiais de construção e principais estruturas)

Ciclo de vida, longevidade e divisão de trabalho das ASF

Processos de reprodução natural de abelhas e colônias de ASF

 

Parte Prática (das 14h às 17h)

Abertura de colônias e observação das principais estruturas e materiais de construção

Observação dos tipos de abelhas (castas)

Observação de aspectos reprodutivos das ASF

 

Dia 8 de março – Manejo de Abelhas sem Ferrão

Parte Teórica (das 10h ao meio dia)

Vantagens e desvantagens da criação de ASF

Legislação associada à criação de ASF

Alternativas e estratégias para aquisição de colônias

Captura ou transferência de colônias

Transporte de colônias

Meliponários: tipos e conceitos

Modelos de colmeias

Alimentação complementar: princípios e técnicas

 

Parte Prática (das 14 às 17h)

Coleta experimental de mel

Alimentação complementar: preparo do xarope e aplicação nas colônias

Fonte: Instituto Biológico

Compartilhe: