Exposição destaca importância ecológica e econômica das abelhas

Exposição destaca importância ecológica e econômica das abelhas

17 de agosto de 2016

A importância ecológica e econômica das abelhas é tema de exposição no Museu de Ciências Naturais (MCN) da Univates, em Lajeado (RS). A mostra “Ciência das abelhas: a vida da colmeia” ficará em exposição até dezembro. Acadêmicos, funcionários e comunidade em geral podem acompanhar a exposição, que surgiu da curiosidade despertada pelo comportamento das abelhas.

Atualmente, são cerca de 20 mil espécies catalogadas desses insetos. No Rio Grande do Sul, há a ocorrência de cerca de 24 espécies de meliponíneos, como são denominadas as abelhas sem ferrão, consideradas nativas do Estado. A incidência delas no RS faz com que existam algumas variedades de plantas somente nessa região do País.

‘Por meio de pesquisas realizadas, pode-se observar particularidades entre algumas espécies de plantas e meliponíneos, uma vez que algumas dessas espécies são polinizadas quase que exclusivamente por essas abelhas’, explica o biólogo e funcionário do MCN Luís Carlos Scherer.

Além do mel

Conforme Scherer, a ideia da exposição é mostrar que as abelhas têm um papel maior para o planeta do que apenas o fornecimento de mel. ‘Ecologicamente, as abelhas são as principais polinizadoras de diversas espécies frutíferas’, afirma.

univates-mostra

Crédito: Tiago Silva

Por isso, uma parte da exposição é dedicada a mostrar os reflexos que as interferências nos ambientes naturais causam a toda a cadeia da qual as abelhas fazem parte, inclusive a produção de alimentos.

O Museu de Ciências Naturais está localizado na sala 100 do Prédio 8 da Univates. Os visitantes podem acompanhar a exposição de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h30, das 13h30 às 17h30 e das 18h30 às 22h.

Em setembro, começam as oficinas com escolas de Ensino Fundamental da região, também tendo como temática as abelhas.

Fonte: Folha do Mate

Compartilhe: