Voltar para Home

Conservação

Conservação

Qualquer pessoa pode colaborar com a conservação das diferentes espécies de abelha. A maneira mais fácil e direta é cultivar plantas em casa ou em locais públicos que possam ser utilizados.

 

Priorize as plantas nativas

Independente da área disponível, o importante é priorizar espécies que sejam atrativas para as abelhas e outros polinizadores. Para isso, priorize as espécies nativas de sua região, que estão completamente adaptadas às condições e exigirão menos atenção ao seu desenvolvimento. Além disso, elas serão mais atrativas às abelhas nativas do que espécies exóticas, que são originárias de outras regiões.

Como as abelhas nativas possuem capacidade para diferenciar plantas que podem oferecer néctar e pólen, escolha plantas com flores coloridas e variadas. As flores com as seguintes tonalidades apresentam maior poder de atração: azul, púrpura, violeta, branca e amarela.

Devido à variedade de abelhas nativas, que resultam em diferenças morfológicas como tamanho de língua, é interessante proporcionar flores de diferentes tipos e tamanhos para ampliar a atratividade para diferentes espécies.

Se tiver espaço disponível, plante maciços de plantas floríferas, pois a floração de várias plantas da mesma espécie consegue atrair um número maior de abelhas.

Outra medida interessante é conseguir juntar plantas que floresçam em períodos diferentes, oferecendo mais opções às abelhas do que apenas uma ou duas floradas anuais.

Tome as precauções necessárias para o uso correto dos agroquímicos, garantindo que o seu uso tenha uma convivência sinérgica com o habitat local.

 

Colmeias caseiras

Manter uma colônia de abelhas sem ferrão em seu jardim é uma atividade especialmente prazerosa para os amantes da natureza. As abelhas são dóceis e não causam problemas com vizinhos ou com outros animais domésticos. Seu manejo também não costuma ser muito mais trabalhoso em relação aos cuidados com outros animais de estimação. Para saber mais, consulte o Manual Tecnológico de Abelhas Sem Ferrão, de Jerônimo Villas-Bôas.

 

Aumento da flora apícola em monoculturas

Os agricultores, especialmente os que cultivam monoculturas, precisam atentar para a preservação da biodiversidade em suas propriedades. De maneira geral, as matas nativas que contornam as plantações devem ser mantidas, conforme determina a legislação vigente. Uma medida adicional para garantir a visitação de abelhas seria a plantação de corredores de flora apícola nas extremidades das culturas.