A.B.E.L.H.A. – Dois anos de fomento e divulgação do conhecimento científico

A.B.E.L.H.A. – Dois anos de fomento e divulgação do conhecimento científico

26 de Abril de 2017

A Associação Brasileira de Estudos das Abelhas (A.B.E.L.H.A.) chega, neste mês de abril, à marca de dois anos de atuação em favor da conservação de abelhas e outros polinizadores no Brasil. Desde sua fundação, em 2015, a instituição intensifica o seu papel de agregador, fomentador e divulgador de conhecimentos científicos e de propostas que levem à conservação desses insetos tão importantes para a biodiversidade brasileira.

No último ano, a A.B.E.L.H.A. consolidou parcerias com instituições que possam contribuir com a sua missão, com destaque para o acordo de cooperação com a Embrapa. Um dos frutos dessa relação é o livro “Soja e Abelhas”, do pesquisador Décio Gazzoni, lançado em 27 de abril durante solenidade de aniversário de 44 anos da Embrapa, na Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, em Brasília (DF). 

A versão em inglês foi lançada no início do ano pelo ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), durante um fórum global em Berlim (Alemanha). A obra é uma revisão de informações científicas sobre as relações entre a soja e as espécies de abelhas que visitam a floração dessa cultura.

Em novembro, a Associação também firmou um Protocolo de Cooperação com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), com o objetivo de estimular a colaboração científica, tecnológica e de inovação. Ao longo deste ano, articulações estão sendo realizadas com o objetivo de promover o apoio a projetos de pesquisas e desenvolvimento de serviços de polinização na biodiversidade e na agricultura.

“Nesses dois anos, tratamos de tecer e estruturar uma rede de compartilhamento de produção científica sobre as abelhas. Nossa contribuição agora se amplia para o apoio à pesquisa e para a geração de conhecimento”, avalia Ana Lúcia Assad, diretora-executiva da associação. 

Semeando conhecimento

Em linha com seu objetivo primordial de reunir e difundir informações com base científica, a A.B.E.L.H.A. alimentou com nova base de dados a plataforma de pesquisa do Sistema de Informação Científica sobre Abelhas Neotropicais (abelha.cria.org.br). Foram mais de 100 mil visualizações de página entre fevereiro de 2016 e março deste ano.  

Sistema de Informação ABELHA 2

Em dezembro, a parceria com o Centro de Referência em Informação Ambiental (CRIA) foi ampliada, com o desenvolvimento e a divulgação do Sistema de Informação sobre Interações Abelhas – Plantas no Brasil (abelhaseplantas.cria.org.br), ferramenta on-line destinada a pesquisadores e profissionais que necessitam de informações sobre interações entre abelhas e as plantas que elas visitam para coleta de alimento (pólen e néctar). Os dados são resultados de estudos da pesquisadora Astrid de M.P. Kleinert, do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (IB-USP).

home-Abelhas-plantas-red

Em outra frente, a associação está empenhada no compartilhamento de informações que estimulem os produtores de mel (apicultores e meliponicultores) a conhecer melhor os polinizadores e a adotar boas práticas sustentáveis, com vistas à conservação da biodiversidade e ao aumento da produtividade nessa importante cadeia.

Além disso, investe na divulgação de notícias e esclarecimentos de dúvidas em seus canais abertos ao grande público. O site oficial recebe hoje mais de 20 mil visualizações mensais e quase 60% das mensagens enviadas ao Fale Conosco são solicitações de informações sobre espécies de abelhas e melhores práticas produtivas, entre outras.

Já no Facebook (facebook.com/abelhaorg), a página reúne mais de 140 mil fãs, entre pesquisadores, produtores, autoridades, educadores e profissionais de mídia, além de cidadãos que se interessam pela conservação das abelhas.

“Estamos muito satisfeitos com nossas conquistas. Em pouco tempo de atuação, conseguimos construir pontes importantes para tornar o conhecimento científico mais próximo das pessoas. Os polinizadores, em especial, as abelhas, prestam um serviço essencial para a produção de alimentos e, portanto, para a manutenção da qualidade de vida de todos nós. Nossa contribuição é no sentido de ampliar a conscientização sobre a conservação desses insetos. Estamos apenas no início desse trabalho, vem muito mais pela frente”, enfatiza Ana Lúcia Assad.

Comemore com a gente

Para comemorar a data, a A.B.E.L.H.A. criou papéis de parede especiais para celulares, tablets e computadores. Eles estão disponíveis para download em http://abelha.org.br/wallpapers/ e nos canais nas redes sociais.

Compartilhe: