A importância da paisagem agrícola para a polinização

A importância da paisagem agrícola para a polinização

23 de Abril de 2015

A Associação Brasileira de Estudo das Abelhas (A.B.E.L.H.A.) lançou este mês o e-book “Agricultura e Polinizadores”, que reúne assuntos que promovem a coexistência da produção agrícola e a conservação da biodiversidade.

Desenvolvido por seis pesquisadores, o trabalho tem como proposta estimular o diálogo e o intercâmbio de conhecimento e, ao mesmo tempo, contribuir para fortalecer o país no crescimento e na produção de alimentos, manter o olhar sobre a proteção ambiental e a harmonia entre os setores.

Em um dos capítulos, a pesquisadora Denise Alves, do Departamento de Entomologia e Acarologia da ESALQ-USP, aborda o impacto das alterações nas paisagens agrícolas nas populações de abelhas e na produção agrícola.

“A alteração quantitativa e qualitativa da vegetação, da biodiversidade e de serviços ecossistêmicos impacta diretamente, e de forma decisiva, a nossa segurança alimentar”, afirma a pesquisadora.

Para que sejam mantidos os serviços de polinização realizados pelas abelhas nas paisagens agrícolas, é necessário manejar e conservar os recursos essenciais para sua sobrevivência. Estes incluem habitat adequados para fazerem seus ninhos e para obterem seus alimentos, além de água, sombra, resina, fibras, óleo, barro. Áreas naturais ou seminaturais dentro de paisagens agrícolas frequentemente oferecem tais habitat.

Outro fator importante é que a maioria das abelhas é altamente dependente dos locais onde estão seus ninhos, e sempre regressa para eles após suas viagens para coleta de alimento. Dessa forma, a proximidade dos habitat (semi) naturais aos campos cultivados é um dos principais determinante da polinização agrícola.

“Assegurar a manutenção de comunidades diversas de polinizadores e das plantas utilizadas por eles em áreas cultivadas significa maximizar a produtividade agrícola, conservar a natureza e aumentar a capacidade de recuperação de serviços ecossistêmicos frente a futuras perturbações ambientais”, complementa.

O e-book “Agricultura e Polinizadores” está disponível para download aqui.